sábado, novembro 18, 2006

Eu sou assim

Lendo este texto eu me identifiquei com ela não sei quem é autora estava guardado num caderno e relendo meus poemas achei e resolvi coloca-lo.
Mais eu sou assim também sou do signo de aries não tiro nem uma virgula e nem as palvras esta correto o que diz.Eu sou uma pessoa que quando tem um problema não consegue pensar em mais nada. Aquelas coisas, "respire fundo", "olhe em volta", "descontraia" por mais que eu tente não é pra mim. Eu fico remoendo, remoendo o tal do problema. Me consumo até as últimas, fico exausta... Sei que faz mal, sei que a somatização causa danos, mas não adianta, fica lá como uma pedrinha no sapato... Até que eu resolva, eu até que eu transborde por não agüentar mais.
Conversando com alguns amigos que são do mesmo signo ariano me confirmaram que são assim;
Eu sofro por antecedência também. Costumo tentar antecipar as coisas (ruins claro!) e fico lá sofrendo pelo que não sei se vai dar certo. Os que me conhecem bem me tem como pessimista. Mas não é isso. Sou ansiosa de mais. Não sei aguardar o curso das coisa. Não sei esperar. Quero fazer.

Também sofro de desamor. Sabe aquela frase "não é porque não te amam da maneira que você gostaria que não te amem com toda a força que podem", não entra na minha cabeça. Sofrer de desamor é muito mais difícil do que sofrer de amor, acreditem. Carência? Com certeza. Não fui uma criança que recebesse amor abertamente, minha mãe nunca foi do tipo que desse beijo, colocasse no colo e desse carinho, não fui uma adolescente normal, por baixo dessa casca de "eu posso tudo", "eu sou forte", existe muita fraqueza, muita carência escondida. E hoje, eu demonstro essa carência. Mas nem sempre, e ultimamente, quase nunca, ela é suprida.

Sempre exigi de mais nos meus relacionamentos. Sempre quis sentimentos a mostra. Com certeza pra tentar suprir esses sentimentos que não tive na infância. Tento hoje, talvez de forma errada suprir e compensar feridas que estão bem mais fundo do que eu possa imaginar.

Então vocês vão dizer, "se você sabe onde esta os problemas, tente resolvê-los, tente entender que você deve resolver essas coisas com você mesma". É eu sei, na teoria talvez eu saiba que o problema é aqui dentro comigo. Mas na prática o buraco é mais em baixo, bem mais em baixo...

E enquanto isso eu fico aqui, com esse buraco que não se completa, com esse nó no peito por me sentir meio anormal. Com essa tristeza meio bucólica...

2 comentários:

Solange disse...

Olá Lindinha!!!Acabei colocando comentario no texto antigo me desculpa,tbm textos lindo de amor e depois este triste.
Que texto e este fiquei preocupada com vc me liga para conversamos.
Vim desejar que estejas a ter um ótimo Domingo
E que a semana seja para ti uma semana cheia de paz alegria e muito amor
Que a vida nunca deixe de te sorrir com Felicidades, são os meus sinceros desejos
Beijinhos em teu coração
Sol

Mara disse...

Oi Val!
Te conheço no tempo do colegio,e pode se identificar com ele pk vc é assim;tem outro lado seu lindo meiga,carinhosa ,super mãe,uma mulher inteligente e uma super amiga.
Só pedirei uma coisa amiga levante esta cabeça não queria colocar aqui o que escrevi e só para mostar que não esta sozinha e tem amigas.Pode brigar comigo mas se for preciso escrevo outra vez.
Mara

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...