terça-feira, junho 12, 2007

Dia dos Namorados


Dá licença?
Quero ser sua namorada a vida inteira,
Pois tenho uma reserva imensa de ternurinhas e meninice arteira.
Quero brincar como nos primeiros dias de namoro sem declaração.
Curtir as pequenas alegrias como quem não quer nada de novo não (mas quer, pois homem não é mais simples que mulher).
Pegar é claro, nos teus dedos só pra verem como reagem e,
Achando graça dos teus falsos medos, murmurar: Coragem!
Fingir que me esqueci no combinado no parque,
Para ver se sentes falta de mim e surgir da moita de capim,
Com o meu olhar luzindo, dizer: que engraçado!
Mas você por aqui, meu querubim?
Ou me esconder atrás da porta, miando que nem gato,
E continuar miando, já reconhecido,
A fazer o estranhíssimo relato de que uma fada torta
Me transformou num bicho assim todo encolhido.
Quero te dar bombons, e ora veja!
Pedir que me passes a cereja de boca a boca!
É mais gostoso se a trincarmos a sós,
Enquanto os dedos vão tecendo uma carícia lenta e silenciosa,
Mas tão eletrizante que só vendo.
Y otras cositas mais, que nem te conto é minha sempre namorada.
Mas de certo adivinhas este conto,
O mesmo de antes e a cada hora diferente,
Assim como é a gente que se ama de antigo amor presente
E não se cansa e nem vai se cansar de um certo suave e ardente,
Antigo e encantador: NAMORADOR!
Feliz dia dos namorados!
Autoria Desconhecida

Um comentário:

Andre disse...

Você é daquelas pessoas, que tem o poder de onde passar iluminar com sua alegria, a sua vontade de viver, eu escrevendo isso,me escorre lagrimas nos olhos, por saber que essa pessoa maravilhosa que existe é minha, é a minha esposa .
Te desejo um feliz dia dos namorados.
te amo
te adoro


andre

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...