sábado, agosto 10, 2013

A poetisa estava sozinha


A poetisa estava sozinha Nas águas a passear. Até que surgiu um poeta na vida. Que a libertou com o coração a palpitar. Os seus olhos eram lindos. Pareciam uma brisa retornar. O seu calor era primaveril. Por onde passava fazia flores desabrochar. Tinham uma magia diferente. Pois cenários conseguiam criar. Onde mudava o tom das cores dos dias. Para novos horizontes se conseguir vislumbrar. Só de olhar para os seus olhos. Desejos ficavam a crescer. Mas ela nada dizia. Pois sozinha não se queria tornar a ver.
 Autora:Blue Heaven

3 comentários:

MARY AM disse...

Olá,VAL! Como vai?
Lindo poema da Poetisa Sozinha!
As poesias de amor sempre nos fazem sonhar, viajar nas palavras...
Uma linda Semana!
Beijosss,
Mary.

nadja disse...

E cheguei doladinhaaa..saudades de vc ...que lindo poema..mas tristinho...vim te dar uma beijokinha...e desejar um feliz fds..aqui em Petrópolis bem frio...bom para dormir de conchinha com Edu kkkkkkkkkk te dolu bitocas !!

Celia Lima disse...

Sempre existirá um poeta para não a deixar poeta sozinha...
Linda escolha

Bjss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...